domingo, 22 de novembro de 2015

Formar formadores na era do Mobile Learning

RESUMO
Cada vez mais existem estudos que mostram que a maioria dos estudantes utiliza, na formação profissional, tablets ou smartphones para aceder à Internet. De nada valem os normativos que insistem em proibir nas salas de aula estes recursos tecnológicos. O caminho é, com certeza, a sua integração nos trabalhos e pedagogias escolares, aproveitando todas as sua potencialidades. Assim, os formadores são chamados a mudar as suas práticas, mas só o poderão fazer se tiverem as competências necessárias para tal. Tornar os formadores utilizadores proficientes destes meios, é o primeiro passo para que a integração dos tablets e smartphones nas salas de aula se faça com ganhos para todas as partes.
Neste artigo apresentamos a formação realizada junto de 21 formadores de formação profissional do Centro de Emprego e Formação Profissional do Porto. A formação sobre a utilização de tablets e iPADs na sala de aula realizou-se num total de 35 horas, assumindo uma forte componente prática. Apresentamos toda a metodologia inerente ao desenvolvimento deste projeto, assim como os resultados finais, que se tornaram surpreendentemente motivadores para nova intervenção.

ABSTRACT
Increasingly there are studies showing that the majority of students from vocational training courses use tablets or smartphones to access the Internet during sessions. Thus, there are ineffective the rules that insist on banning these technological resources from the classroom. By the contrary, the path is, in our point of view, the integration of mobile devices into the classroom work, taking advantage of its pedagogical potential. In this context, trainers are asked to change their practices, but can only do that if they have the necessary capability. Becoming proficient users of the mobile devices is the first step towards the integration of smartphones and tablets in the classrooms.

This paper presents a training course on the use of tablets and iPADs in the classroom conducted with 21 trainers from the Centro de Emprego e Formação Profissional do Porto. The training course held a total of 35 hours, mostly with practical sessions. We also present the methodology in the development of the classes as well as the final results. Finding show that they became surprisingly motivators for new intervention.


XVII CONGRESO INTERNACIONAL DE GALICIA E NORTE DE PORTUGAL DE FORMAIÓN PARA O TRABALLO

A formación, a orientación, e o emprego no recoñecemento, avaliación e certificación de competencias profesionais adquiridas en contextos formais, non formais e informais